Rumor: Samsung Galaxy S10 terá 5G, 6 câmaras e ecrã de 6.7 polegadas

Samsung Galaxy S9 - Altifalantes stereo
Samsung Galaxy S9 - Altifalantes stereo

Um novo relatório do The Wall Street Journal vem apontar novos rumores relativamente à variante mais cara do próximo flagship da Samsung, o Galaxy S10.

Alegadamente, este será um grande lançamento por parte da Samsung – o que são boas notícias para os fãs.

De acordo com estes rumores, o Samsung Galaxy S10 terá 4 variantes. O primeiro será um gama-média com especificações “modestas”, enquanto o segundo será o sucessor direto ao Galaxy S9. Como seria de esperar o terceiro será sucessor direto do S9+, enquanto o quarto aparenta ser um autêntico “monstro”.

Relativamente ao lançamento destes smartphones, podemos esperar as primeiras 3 variantes para a CES 2019 (entre 8 e 12 de janeiro). Segundo os rumores a quarta seria lançada na MWC 2019 (entre 25 e 28 de fevereiro), chegando aos mercados na primavera, talvez em março, abril ou maio.

O “monstro”…

Samsung Galaxy A9 (2018)
Samsung Galaxy A9 (2018)

Neste relatório surgem algumas das especificações deste quarto dispositivo, o modelo de topo. Este contará com seis câmaras no total, possivelmente quatro na traseira e duas na frontal, um ecrã de 6.7 polegadas, suporte a redes 5G e carregamento sem fios reversível.

Com este set de especificações, declarado por este relatório, também não seria de admirar que este smartphone venha com leitor de impressões digitais no ecrã.

Todavia, tratam-se apenas de rumores. Embora provenientes de uma fonte confiável (o The Wall Street Journal), convém manter as expectativas abertas para tudo. Isto porque, o The Wall Street Journal aponta que a fonte é “familiar com o assunto”, o que levanta problemas de credibilidade (poderá ser tentativa de esconder a identidade na mesma).

No entanto deverão surgir mais informações sobre o Samsung Galaxy S10. Mantém-te [email protected]!

 

Nota do Autor

É importante considerar que depois do lançamento do Galaxy S9, que se trata apenas de um refresh do S8, a empresa precisa de inovar mais este ano. Até porque, alegadamente a divisão mobile da empresa está em crise e que está a investir tudo no lançamento do S10.

Como utilizador da marca, julgo que o problema com a mesma não seja os smartphones que estão a lançar. Estes são mais que suficientes para a maioria dos utilizadores, sendo opções bastante boas no mercado atual.

Atualmente, o problema com as vendas da Samsung poderá advir de dois pontos: o preço e a confiança na marca.

O preço é um dos mais altos do mercado. Sendo que atualmente temos marcas como a Xiaomi e a OnePlus que providenciam smartphones com alta relação qualidade-preço, muitos utilizadores optam pelo que acham melhor e mais barato. A solução poderia passar pela prática de preços mais justos, algo que eu não estou a ver a acontecer.

A confiança do consumidor na Samsung foi extremamente afetada com o Galaxy Note 7. Mas não é o único ponto a afetar este ponto. Num mercado onde a consciência que os dispositivos precisam de atualizações para estar mais seguros, ou apenas pelas novidades no software, a Samsung falha neste aspeto.

As atualizações são demoradas e irregulares, algo em que a empresa tem vindo a melhorar, mas precisa de melhorar ainda mais.

 

Via: Android Authority (1, 2)

Fonte: The Wall Street Journal

Sobre Ariano Ângelo 263 artigos
O meu interesse sobre tudo o que envolve a tecnologia vem desde muito cedo. Portanto, decidi criar o "Do Binário à Palavra" para informar sobre as novidades deste mundo e tentar tornar a mesma mais acessível a todos.