UFS 3.0 anunciado pela JEDEC com o dobro do desempenho comparado ao UFS 2.1

UFS 3.0
UFS 3.0

O UFS 3.0 foi anunciado pela JEDEC (Joint Electron Device Engineering Council). Esta é a Associação para Tecnologia de Estado Sólido que conta com uma grande variedade de membros como por exemplo, a Samsung, LG e a Microsoft.

A JEDEC lançou a Universal Flash Storage 3.0 (JESD220D), UFSHCI (JESD223D) e a UFS Card Extension V1.1 (JESD220-2A). Enquanto o UFS 3.0 deverá equipar dispositivos móveis do futuro (os smartphones, por exemplo), a UFS Card Extension V.1.1 estará presente em cartões de memória microSD.

Ambas são um padrão de armazenamento, sendo que as suas versões anteriores estão presentes em diversos produtos. Por exemplo, tanto o Samsung Galaxy S8, como o OnePlus 5T contam com memória interna UFS 2.1.

Este novo padrão de memória vem introduzir várias melhorias, aumentando bastante o desempenho da memória enquanto usa menos energia. Consequentemente poupará a bateria dos smartphones. É o primeiro a utilizar o M-PHY HS-Gear4, que oferece o dobro do desempenho em relação ao M-PHY HS-Gear3, usado no UFS 2.1.

Uma lane do primeiro é capaz de oferecer uma taxa de transmissão de dados de até 11.6 Gbps (Gigabits). Para um maior desempenho podem ser utilizadas duas lanes capazes de oferecer taxas de até 23.2 Gbps.

Usa apenas 2.5V de energia, comparativamente aos 2.7V/3.6V das versões anteriores desta tecnologia para atrair a industria automóvel, sendo capaz de funcionar entre temperaturas de -40°C e 105°C.

Inclui notificação de eventos de temperatura e o suporte a múltiplas regiões RPMB (Replay Protected Memory Block), cada uma com a sua chave. Todavia, é relevante frisar que estas características dependerão da fabricante do chip.

Caso queiras perceber a diferença entre o UFS e o eMMC (também utilizado em smartphones), o gráfico abaixo poderá ajudar.

UFS comparado ao eMCC
UFS comparado ao eMCC

Em ambos os padrões de armazenamento os dados viajam em dois sentidos, como seria de esperar. Então, a grande diferença entre ambos é que, no eMMC os dados não viajam simultaneamente. Ou seja, se estiver a receber dados do host, não poderá enviar para o mesmo, necessitando de esperar pelo fim da primeira tarefa. Isto poderá fazer com que hajam perdas de desempenho bastante notórias.

Para resolver este problema criou-se o UFS, que permite tanto o envio como a recepção simultaneamente. Como já foi referido, smartphones como o Samsung Galaxy S8 e o OnePlus 5T já usam memórias UFS 2.1, beneficiando assim das vantagens deste padrão de armazenamento.

 

Recomendo

OnePlus 5T 128/8GB “Lava Red”  – 474.98€/R$1916.68 | Cupão: tbhs5t

 

Via: Gizchina e Gsmarena

Fonte: JEDEC

Sobre Ariano Ângelo 268 artigos
O meu interesse sobre tudo o que envolve a tecnologia vem desde muito cedo. Portanto, decidi criar o "Do Binário à Palavra" para informar sobre as novidades deste mundo e tentar tornar a mesma mais acessível a todos.