Análise ao Xiaomi Mi A1, após atualização para o Android Oreo

Xiaomi Mi A1
Xiaomi Mi A1

Durante as últimas semanas tive a oportunidade de testar o Xiaomi Mi A1. Embora a atualização para o Android Oreo tenha saído recentemente, tenho-o utilizado já há algum tempo, uma vez que pertenço ao grupo de testes beta deste smartphone.

 

Especificações

O Xiaomi Mi A1 possui umas especificações excelentes para o seu preço:

  • Ecrã: 5.5 polegadas, resolução FHD (1080 x 1920), rácio 16:9 e 403 PPI.
  • SoC: Snapdragon 625 (Oito núcleos com frequências de 2 GHz e litografia de 14 nm);
  • GPU: Adreno 506, com frequência máxima de 650 MHz;
  • RAM: 4 GB;
  • Memória Interna: 64 GB, expansível até 128 GB, através de cartão microSD;
  • Câmara Principal: 12 MP, abertura de f/2.2 e tamanho de pixel de 1.25 µm;
  • Câmara Secundária: 12 MP, abertura de f/2.6 e tamanho de pixel de 1 µm;
  • Câmara Frontal: 5 MP;
  • Bandas 4G: 1, 3, 5, 7, 8, 20, 38 e 40;
  • Conectividade: Wi-Fi dual band (5 GHz e 2.4 GHz), Bluetooth 4.2, sensor infravermelhos e GPS (A-GPS, GLONASS e BDS);
  • Sistema Operativo: Android Oreo (8.0.0);
  • Bateria: 3080 mAh, com tecnologia de carregamento rápido;
  • Porta USB: USB Type C 1.0;
  • Materiais de construção: Alumínio e vidro Corning Gorilla Glass 3 na frontal;
  • Dimensões e peso: 155.4 x 75.8 x 7.3 mm e pesa 165 gramas;

 

Unboxing

Embalagem Mi A1
Embalagem Mi A1

O Xiaomi Mi A1 possui uma embalagem muito bem desenhada, sendo a experiência de unboxing agradável. A caixa onde este se encontra vem envolta num papel imagens e algumas das especificações deste smartphone, o que lhe dá uma boa apresentação. Ao retirar a caixa desse papel, basta retirar as os plásticos que protegem a mesma de ser aberta e deixar deslizar o compartimento com o equipamento e os seus acessórios. O seu manual vem em inglês, mas para quem entende a língua é informativo e prático.

O conteúdo da embalagem é o seguinte:

  • Xiaomi Mi A1;
  • Cabo com conector USB Type – C;
  • Carregador de parede com 5V/2A;
  • Chave para retirar a bandeja dos cartões SIM (ou microSD);
  • Manual em inglês.
Conteúdo da embalagem do Mi A1
Conteúdo da embalagem do Xiaomi Mi A1

 

Ecrã

Com um ecrã de 5.5 polegadas, resolução FHD e tecnologia LTPS (Low Temperature Poly-silicon), o Xiaomi Mi A1 oferece uma boa qualidade de imagem, quer simplesmente ao navegar na Internet até à visualização de um vídeo no YouTube.

Ecrã Mi A1
Ecrã Mi A1

As cores deste ecrã são bem definidas e a nível de brilho este é equilibrado. O vidro do Xiaomi Mi A1 é o Corning Gorilla Glass 3, que possui resistência a riscos e cobertura oleofóbica. Convém não limpar o ecrã com álcool, pois remove a mesma.

Desempenho

Pontuação do Xiaomi Mi A1 no Antutu
Pontuação do Xiaomi Mi A1 no Antutu

Em questões de desempenho, o Xiaomi Mi A1 é bom. O Snapdragon 625, auxiliado por 4 GB de RAM é capaz de correr todas as aplicações que testei sem bloquear. Apesar de algumas vezes se notar lag em algumas animações é o suficiente para uso intensivo, tendo a capacidade de ter múltiplas aplicações abertas (multitasking).

É bastante complicado encher os 4 GB de RAM que este smartphone contém, sendo a quantidade de memória suficiente para os dias de hoje. A sua GPU pode apresentar dificuldades ao correr um jogo mais exigente a nível gráfico, contudo consegue correr jogos mais leves sem lag.

 

Autonomia

Autonomia Xiaomi Mi A1
Autonomia Xiaomi Mi A1

A bateria de 3080 mAh é o suficiente para um dia de uso moderado. Todavia, com uso intensivo não é das melhores, não tendo capacidade suficiente para chegar ao final do dia. A Xiaomi preferiu equipar o Mi A1 com uma bateria de menor dimensão – como comparativamente à do Redmi Note 4 – o que deixou a sua autonomia a desejar, mas permitiu que o equipamento fosse mais fino e leve.

Para quem quer um smartphone com uma excelente autonomia, não aconselho o Xiaomi Mi A1. Os utilizadores quem não vêem problema em carregar o seu equipamento diariamente, de modo a que este seja mais fino e leve, pode ter o Mi A1 em consideração.

 

Desempenho das Câmaras

Este slideshow necessita de JavaScript.

Um dos pontos fortes do Xiaomi Mi A1 é a sua configuração de duas câmaras, ambas com 12 MP. Estas são capazes de capturar fotografias com excelente detalhe. Porém em situações de baixa luminosidade apresentam algumas dificuldades em manter a qualidade. Este smartphone conta com o “modo retrato” que apenas funciona e em condições de boa luminosidade. Com as condições certas permite fotografias de excelente qualidade, obtendo um efeito de profundidade bem definido.

Durante a gravação de vídeo, o microfone produz bastante ruído. Isto é notório sobretudo quando se grava vídeo em locais silenciosos. A câmara frontal é o suficiente para as necessidades da maioria dos utilizadores. Esta tem um bom campo de visão, excelente para selfies de grupo e as suas fotografias possuem uma qualidade agradável.

Embora o Xiaomi Mi A1 tenha o Android Oreo, a aplicação da câmara é similar à da MIUI – excluindo a parte das definições.

Construção

Este é um dos aspetos em que o Xiaomi Mi A1 também se destaca bastante. O seu corpo é feito totalmente de alumínio com uma camada oleofóbica. Nas laterais, possui um corte muito bem conseguido na fronteira com o painel frontal. É um equipamento fino, com apenas 7.3 mm de espessura.

"Camera bump" Xiaomi Mi A1
“Camera bump” Xiaomi Mi A1

 

De maneira geral é um smartphone que assenta bastante bem nas mãos, mas tem alguns defeitos. Este é muito escorregadio, por isso é aconselhado que se use capa. Além disso, com a utilização foi possível notar algumas falhas, quase imperceptíveis na traseira, que se notam em condições de muita luminosidade. Embora isto se possa dever à sujidade entre a capa e o smartphone, convém destacar a baixa resistência da cobertura oleofóbica.

Na traseira o Mi A1 possui o que se chama “camera bump”, ou seja, a câmara sobressai-se do corpo do smartphone. Isto é negativo do ponto de vista que o smartphone não assenta completamente numa superfície. Por esta razão, será mais difícil riscar o vidro da câmara.

 

Som

A qualidade sonora do Mi A1 é impressionante, sendo nesta questão o melhor smartphone que já tive a oportunidade de testar. Em termos de agudos e graves o som do altifalante é bem definido, atingindo elevadas intensidades. O recetor transmite também um som de qualidade, pois durante as chamadas foi sempre possível ouvir com claridade a pessoa que estava do outro lado.

Traseira Xiaomi Mi A1

O jack do Xiaomi Mi A1 é um dos seus pontos mais fortes. Este conta com um amplificador de 10V que aumenta bastante tanto a qualidade, como a intensidade sonora, oferecendo uma experiência excelente. Saliento que em algumas situações foi possível ouvir ruídos, porém julgo que o problema tenha sido resolvido com a atualização para o Android Oreo.

 

Funções

O sensor de impressões digitais do Mi A1 é bastante fiável, reconhecendo a impressão digital quase instantaneamente. Este possui o gesto de deslizar o dedo no sensor para a barra de notificações ser aberta ou fechada, porém não conta com qualquer gesto para controlo da câmara.

Para controlar electrodomésticos, tem um sensor IR que funciona auxiliado pela aplicação Mi Remote, embora eu recomende a instalação da Peel Mi Remote, pois faz com que este reconheça mais equipamentos. Destaco que convém apontar o smartphone para o equipamento que desejas controlar, caso contrário pode não funcionar.

Sensor Xiaomi Mi A1

 

Sistema Operativo

O sistema operativo do Mi A1 oferece-nos uma experiência do Android Oreo “crua”, pois este sistema operativo vem da Google e sofre apenas leves modificações da Xiaomi.

android-oreo-mi-a1-miui
Android Oreo com funções da MIUI

Este conta com todas as funções inerentes ao sistema operativo Android, com os melhoramentos de áudio e as aplicações da MIUI, como por exemplo a câmara e a “Mi Remote”, sendo a última serve para dar funcionalidade ao sensor IR.

 

Opinião e Veredito

A Xiaomi tem-nos habituado a produtos de uma relação qualidade-preço excelente e o Mi A1 não é excepção, sendo um dos melhores gama média disponíveis no mercado. É um produto bastante equilibrado, que embora apresente alguns defeitos, estes são desculpáveis quando vamos a ter em conta o seu preço e as suas especificações.

As suas câmaras não se desempenham bem em condições de baixa luminosidade, apresenta ruído no microfone e algumas fragilidades na construção, mas possui 64 GB de memória interna e 4 GB de RAM, com o SoC Snapdragon 625 que é suficiente para as necessidades da maioria dos utilizadores.

Embora a câmara frontal tenha apenas 5 MP, faz bem o seu trabalho, e a sua configuração de duas câmaras consegue excelentes fotografias em condições de boa luminosidade. O Android One proporciona uma experiência de utilização excelente, para os fãs da interface do Android e dos serviços da Google. Este tem recebido atualizações de segurança frequentemente e já conta com a nova versão deste sistema operativo – o Android Oreo.

Em suma, o Xiaomi Mi A1 é um excelente smartphone de gama média e tendo em conta a minha experiência com este e a sua relação qualidade-preço, merece um 9/10.

 

Adquire o teu Xiaomi Mi A1 na Gearbest:

Preto (64/4) | Dourado (64/4) | Rosa (64/4)

Preto (32/4) | Dourado (32/4) | Rosa (32/4)

Acessórios

 

Ou na Amazon.es:

Xiaomi Mi A1

Acessórios

Ou na Banggood:

Xiaomi Mi A1

Acessórios

Sobre Ariano Ângelo 223 artigos
O meu interesse sobre tudo o que envolve a tecnologia vem desde muito cedo. Portanto, decidi criar o "Do Binário à Palavra" para informar sobre as novidades deste mundo e tentar tornar a mesma mais acessível a todos.